ÍCONES DE PORTUGAL

Património de Portugal

Casa dos Bicos – Lisboa

Posted by mjfs em Setembro 27, 2007

casa-dos-bicos.jpg

A Casa dos Bicos é um exemplo único de arquitectura civil residencial no contexto arquitectónico lisboeta, pelo facto da sua fachada estar revestida de pedra aparelhada em forma de ponta de diamante. Foi mandada construir por volta de 1523 após o seu proprietário, D. Brás de Albuquerque, ter realizado uma viagem a Itália, onde terá visto pela primeira vez o Palácio dos Diamantes de Ferrara e o Palácio Bevilácqua em Bolonha.
Na época da sua construção seria um edifício de duas fachadas, a menos importante virada para o rio (correspondendo à fachada actual), e a fachada nobre virada para a rua de trás. O terramoto de 1755 causou-lhe grandes estragos, alterando-a: a face nobre ruiu completamente e da fachada sul só restou a loja e a sobreloja, desde então a verdadeira face do edifício. Após o terramoto a casa foi utilizada para várias actividades, a mais importante das quais o comércio do bacalhau e só em 1960 é que foi adquirida pela Câmara Municipal de Lisboa, que alimentou desde sempre a intenção de restaurar a sua traça original. A concretização desta intenção só aconteceu no início dos anos 80 do século XX, quando foram reerguidos os dois andares que tinham caído durante o terramoto, segundo o que era possível apreciar num painel de azulejos do século XVIII, hoje patente no Museu da Cidade.
Apesar da influência marcada do renascimento italiano, a Casa dos Bicos de Lisboa apresenta uma série de características que a distinguem e que lhe conferem um carácter arquitectónico único. Comparativamente aos palácios italianos a sua escala é muito menor, e a distribuição irregular das janelas e das portas, todas de dimensões e formatos distintos, conferem-lhe um certo encanto, reforçado pelo traçado das janelas dos andares superiores, livremente inspiradas nos arcos trilobados da época. No interior encontra-se parte do espólio arqueológico descoberto durante as obras de restauro, incluindo quatro tanques de salga romanos de uma antiga fábrica de conserva de peixe, uma estrutura semicircular que faz parte da Cerca Moura, parte de uma torre medieval e um troço de pavimento mudéjar.
Actualmente a Casa dos Bicos está ocupada por instalações do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa e o seu interior não é visitável.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: