ÍCONES DE PORTUGAL

Património de Portugal

Castro Monte Padrão – Santo Tirso

Posted by mjfs em Outubro 28, 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Edificado ao longo do século IX a. C., este povoado fortificado, localizado num esporão sobranceiro ao Rio Sanguinhedo, foi de igual modo ocupado durante a Antiguidade e a Idade Média.
Das primitivas três linhas de muralhas – construídas com silhares assentes em seco, em aparelho poligonal, constituídas por dois paramentos preenchidos com pedra miúda -, e que defendiam este povoado, são apenas visíveis actualmente vestígios do troço poente constitutivo da primeira.
É na plataforma central deste povoado que se encontram algumas edificações de planta predominantemente circular, que atestam a sobreposição ocupacional ao longo dos séculos registada neste sítio. Esta sucessão pode ser igual modo confirmada pela presença de uma construção quadrangular, que parece centralizar-se num pátio lajeado, com pórtico envolvendo três dos seus alçados, e à volta do qual se desenvolveriam diversos compartimentos, e que, ao que tudo parece indicar, reportar-se-á ao período da presença romana. Da ocupação medieva deste povoado fortificado, regista-se a presença, numa plataforma a sul do referido complexo construtivo romano, de um templo alti-medieval consagrado a S. Rosendo, sobre o qual se ergueu uma edificação baixo-medieval, eventualmente contemporânea de uma necrópole de inumação composta por sepulcros sub-rectangulares delineados com lajes graníticas.
Do espólio móvel exumado durante as escavações arqueológicas deste local, destaca-se um considerável número de elementos representativos do período da ocupação do Bronze Final deste povoado, como nos casos dos machados polidos, facas de sílex, raspadores em quartzite, taças carenadas tipo Alpiarça, vasos tronco-cónicos, etc. Da ocupação da Idade do Ferro e romana possuímos diversos exemplares da denominada cerâmica comum, tanto autóctone como de importação romana, ânforas, vidros, tegula, imbrex, contas de colar executadas em pasta vítrea, lucernas e fíbulas, para além de alguns elementos de adorno realizados em bronze, diversos artefactos em ferro, cossoiros, mós manuais, moedas e escórias, estas últimas a atestar a provável actividade metalúrgica no povoado. Da Idade Média, podem observar-se algumas peças metálicas, de entre as quais se destaca uma placa esmaltada, bem como a presença de algumas moedas e fragmentos cerâmicos, alguns dos quais apresentam uma decoração figurativa e fitomórfica.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: