ÍCONES DE PORTUGAL

Património de Portugal

Citânia de Santa Luzia

Posted by mjfs em Novembro 13, 2007

Photo Sharing and File Hosting at Badongo.com Photo Sharing and File Hosting at Badongo.com Photo Sharing and File Hosting at Badongo.com Photo Sharing and File Hosting at Badongo.com

 

Photo Sharing and File Hosting at Badongo.com

IMPLANTAÇÃO E ACESSOS

A Serra de Sta. Luzia (altitude máxima 549 metros) é a última das sucessivas plataformas orográficas do Alto Minho, que se estendem da Serra da Peneda–Soajo até ao litoral, erguendo–se junto da foz do Rio Lima. Num dos relevos sudoeste desta serra, com amplo domínio sobre o estuário do rio, foi implantado o povoado fortificado conhecido pelo nome de Citânia de Santa Luzia (226 metros), sendo admirável o seu estado de conservação em finais do século XIX, conforme se deduz das imagens publicadas no Arqueólogo Português. No século seguinte foi muito afectada, perdendo parte da sua grandeza.
Partindo do centro de Viana do Castelo, deve tomar–se a estrada municipal 13–6, de acesso ao monte de Santa Luzia (a Citânia encontra–se sinalizada). O curto trajecto de 4’5 km faz–se em cerca de 6 minutos. O local encontra–se sinalizado nas vias de acesso, havendo facilidade de aparcamento junta da entrada.

O QUE  VER

Apesar das ruínas serem já conhecidas, pelo menos desde o século XVII, a Citânia de Santa Luzia foi inicialmente escavada, em 1876, por Joaquim Possidónio da Silva, entusiasmado pelo enigma das «cidades mortas», que Martins Sarmento começara a desvendar no ano anterior (1875).
Possidónio da Silva foi o fundador da Real Associação dos Architectos e Archeólogos Portugueses. Contudo, a maior parte das estruturas seria exumada a partir de 1902, por Albano Belino. Em 1910, Félix Alves Pereira tentaria uma reconstituição de uma parte da acrópole. A partir da década de 80, o Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR) como entidade gestora deste espaço, promoveu o estudo e conservação da Citânia, processo que principiou por intensivas campanhas de limpeza da floresta de mimosas e outras exóticas que cobriam as ruínas descobertas nas precedentes escavações.
A Citânia de Sta. Luzia é, ainda hoje, um dos locais paradigmáticos para o estudo da Idade do Ferro do Noroeste Peninsular. Embora tenha sido, em parte, cortada pela estrada municipal 13–6 e pela construção da Pousada de Santa Luzia, a zona da acrópole e parte da área habitacional a Norte e Este conservam–se dentro da área visitável. É um povoado bastante expressivo, quer pela sua implantação estratégica, controlando a foz do rio Lima e a zona costeira a Norte da foz, quer pelas suas dimensões e monumentalidade das estruturas. A Citânia possui uma estrutura proto–urbana delimitada por três ordens de muralha que circundam o núcleo central da acrópole, definido por um grande recinto fechado de forma oval. As muralhas, de consideráveis dimensões, e que se destacam pela sua solidez, são reforçadas por possantes torreões, possuindo escadas de acesso. A Citânia de Santa Luzia é, pois, um dos melhores locais para se analisaram pormenores do sistema defensivo dos castros, bem como a arte de trabalhar o granito. Entre a acrópole e a primeira muralha dispõem–se, ao longo das ruas, vários núcleos domésticos da Idade do Ferro, incluindo construções circulares, elípticas e várias rectangulares. Observam–se, nalguns pontos, fornos de cozer pão, bem como pias (bebedouros de gado?). Destaca–se, a sudeste, uma unidade habitacional quase inteiramente edificada em paramento de estilo helicoidal, incluindo o muro limite. Trata–se, sem dúvida, de uma das mais belas unidades domésticas castrejas conhecidas, o que por si mesmo justifica a visita ao sítio. De realçar também os vestígios de uma intensa romanização, patente nos materiais arqueológicos exumados e no ordenamento de novos quarteirões e arruamentos.
Admite–se que o castro foi ocupado a partir da Primeira Idade do Ferro, continuando habitado no período romano.
Situa–se na freguesia de Areosa, Concelho de Viana do Castelo e está classificada como Monumento Nacional desde 1926.

(Castrenor)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: