ÍCONES DE PORTUGAL

Património de Portugal

Castro do Lesenho

Posted by mjfs em Novembro 18, 2007

Photo Sharing and File Hosting at Badongo.com Photo Sharing and File Hosting at Badongo.com Photo Sharing and File Hosting at Badongo.com Photo Sharing and File Hosting at Badongo.com Photo Sharing and File Hosting at Badongo.com

IMPLANTAÇÃO E ACESSOS

A Serra do Barroso desce para Sudeste até ao vale do Tâmega, através de uma série de altiplanos, pontuados por relevos residuais. O Castro do Lesenho (freguesia de Covas do Barroso) ocupa a parte superior dum relevo residual granítico sobranceiro ao Corgo dos Lamais, afluente do rio Beça, por sua vez um dos principais tributários do Tâmega. Do alto do Lesenho temos uma visão abrangente sobre os maciços montanhosos circundantes, incluindo a Serra de Leiranco (Norte), e para Sul a do Alvão.
Saindo de Boticas deve tomar–se a EN 311, em direcção a Salto. Passados 9’1 km (14 minutos), deve cortar–se à esquerda na direcção de Campos. Ao fim de 1’7 km (2 minutos), corta–se novamente à esquerda, entrando no caminho de terra batida que conduz ao outeiro. Atinge–se o topo do monte passados 4’2 km (cerca de 12 minutos). O local também é acessível, a veículos ligeiros e encontra–se sinalizado na EN 311.

O QUE VER

Do imponente povoado proto–histórico que, pela sua superfície se insere no grupo dos grandes povoados, subsistem pelo menos três linhas de muralha concêntricas. As muralhas conservam algumas portas de acesso em diagonal, assim como alicerçes de torreões. Entre os alinhamentos divisam–se plataformas tidas como possíveis áreas habitacionais. O povoado, cuja cronologia é mal conhecida, apresenta vestígios materiais de romanização. Foram aqui recolhidas, em 1785, quatro estátuas de guerreiros galaicos, as quais em 1910 foram classificadas como Monumento Nacional. Muito citado por estes achados o Castro de Lesenho impressiona os visitantes não só pela imponência do cume, como também pelas muralhas e pela posição dominante sobre a belíssima paisagem envolvente. Devido à monumentalidade do sistema defensivo, à descoberta dos guerreiros e amplo controlo sobre o espaço circundante, tem sido considerado como capital de um dos populi citados por Plínio, embora não haja unanimidade acerca de qual seria.
O Castro do Lesenho foi alvo de uma campanha pontual de restauro em 1960, por Santos Júnior. Está classificado como Imóvel de Interesse Público. Recentemente, a Câmara Municipal de Boticas promoveu acções de limpeza e levantamento topográfico do povoado.

CASTRENOR

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: